Quanto o cliente deve pagar ao Corretor de Imóveis?

Home / Quanto o cliente deve pagar ao Corretor de Imóveis?
creci-mg

O Corretor deve contratar, previamente, por escrito e com
exclusividade, a prestação de seus serviços profissionais,
conforme Lei n°. 6.530/78 Resolução do COFECI458/95.

A presente tabela deve ser observada nos contratos celebrados,
sendo vedado ao Corretor contratar e trabalhar com índice acima
dos aqui estabelecidos:

1- VENDA
Imóveis urbanos……………………………………………….. 6 à 8%
Imóveis rurais …………………………………………………. 6 à 10%
Imóveis industriais…………………………………………….. 6 à 8%
Venda judiciaL………………………………………………………………….. 5%
NOTA 1: Os mesmos honorários serão devidos quando a
proposta e a contraproposta forem de igual valor e
devidamente assinadas ou se as partes realizarem a
transação sem a presença do Corretor, tendo ele feito a
aproximação útil das partes.
NOTA 2: Nos casos de vendas com transferência de financiamento
os honorários serão devidos sobre o total da transação
realizada.
II – COMPRA
Autorização expressa da procura de imóveis …………………6%
III – PERMUTA E DAÇÃO EM PAGAMENTO
Nas permutas e/ou dações em pagamento, os honorários
serão devidos pelos respectivos proprietários, seja do imóvel
vendido, bem como do(s) imóvel(is) dado(s) pelo comprador
como parte de pagamento, incidindo sobre todos os imóveis
envolvidos na transação, o mesmo percentual previsto no
Item I (Venda).
IV- HIPOTECAS
Sobre o valor do empréstimo………………………………….. 5%
V- INCORPORAÇÃO DE ÁREA EDIFICADA
(Horizontal ou vertical)
1- Venda de empreendimentos imobiliários, incluindo-se Organização
e planejamento de venda………………………………………6 à 8%
2- Venda de imóveis com financiamento – SFH – carteira hipotecária
e outras, incluindo-se Organização e planejamento de venda e
acompanhamento dos processos dos mutuários até a escritura ……..
…………………………………………………………………………………….. 7 à 9%
NOTA: Não estão incluídas nos percentuais acima, as despesas de
promoção e publicidade em geral.
VI- LOTEAMENTOS
1- Estudo, organização de vendas de áreas loteadas
(urbanas)
já aprovadas e registradas …………………………………. 10 à 15%
2- Estudo, organização de vendas de áreas loteadas rural ou
fora da sede …………………………………………………….. 15 à 20%
3- Administração, controle e recebimento de prestações ……
……………………………………………………………………….. 10 à 20%
NOTA: As despesas de promoção e outros atos de
administração não estão incluídos na Tabela acima.
VII- FUNDOS IMOBILIÁRIOS
Intermediação de cotas.
Sobre o valor da transação…………………………………… 3 à 5%
VIII- LOCAÇÃO DE IMÓVEIS
De qualquer espécie e sempre por conta do locador, de 50 a
100% (Cem por cento) do valor do primeiro aluguel.
Nota 1: As despesas com reconhecimento de firmas e com
registro do contrato não estão inclusas nos honorários pela
locação.
Nota 2: Quando o trabalho consistir exclusivamente na
aproximação das partes e celebração do contrato, os
honorários serão fixados em 100% do valor do primeiro
aluguel
IX- ADMINISTRAÇÃO DE BENS
Sobre o aluguel recebido …………………………………… 10 à 13%
Mínimo sugerido de R$ 80,00 (oitenta reais), independente do
valor da locação, corrigidos anualmente pelo IGPM.
X- ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMíNIO
Sobre a arrecadação mensal do Condomínio ….5 à 10%
XI- PARECERES
Os honorários para elaboração de parecer deverão observar
a tabela de honorários para remuneração de parecer técnico
de avaliação mercadológica – PTAM, extraída da assembléia
realizada no Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado
de Minas Gerais em 01/02/2007 e homologada pelo CRECI 4ª
Região em 08/05/2007.
XII- DIVISÃO DE HONORÁRIOS ENTRE CORRETORES
1 – Corretor e/ou empresa imobiliária do vendedor ………. 50%
2 – Corretor e/ou empresa imobiliária do comprador……… 50%
3 – Corretor em regime de co-participação com empresa
imobiliária na venda de imóveis de terceiros, somados os
honorários de
captação e venda……………………………………………………… 30%
4 – Corretores de plantão de incorporação, mínimo ………. 25%
5 – Corretagem de participação entre imobiliárias…………. 50%
Esta tabela foi aprovada em Assembléia Geral do SINDIMÓVEIS/MG em 21/06/2011, e homologada pelo CRECI – 4ª REGIÃO/MG,
em Reunião Plenária Virtual, realizada em 15/07/2011, de acordo com o artigo 17, inciso IV, da Lei 6530/78.